Pesquisar produto

Esgotado

Buracos Negros

Ref.:001005000436

Esgotado
Entrega no dia útil seguinte!

10,90 IVA inc.

Ficha Técnica

Título: Buracos Negros
Autor: Stephen Hawking
Ano de edição ou reimpressão: 2020
Editora: Bertrand Editora
Idioma: Português
Dimensões: 135 x 205 x 17 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 96
Peso: 230g
ISBN: 9789722540414

Sinopse

«Diz-se que, às vezes, a realidade é mais estranha do que a ficção, e em nenhuma área isso é mais verdadeiro do que em relação aos buracos negros. Os buracos negros são mais estranhos do que tudo o que foi alguma vez imaginado pelos escritores de ficção científica.»

Todos os anos a BBC convida um vulto de renome para desenvolver, num tema à sua escolha, um ciclo de palestras conhecidas como as Palestras Reith. Em 2016, o palestrante foi o Professor Stephen Hawking, e o tema, os buracos negros.

Hawking faz-nos uma visita guiada à história dos buracos negros e argumenta que quanto mais perto estivermos de entendê-los e o modo como eles desafiam as nossas noções de tempo e espaço, mais perto estaremos de desvendar os segredos do Universo. Escritas com simplicidade e o sentido de humor característico de Hawking, estas palestras, anotadas pelo editor de ciência da BBC, David Shukman, esclarecem de vez as nossas dúvidas sobre este fenómeno e deixam-nos maravilhados com a beleza do Universo.

Sobre o autor

Físico teórico e matemático britânico, Stephen William Hawking nasceu a 8 de janeiro de 1942, em Oxford, precisamente 300 anos após a morte de Galileu, como o próprio costumava lembrar. Hawking dedicou-se à pesquisa e ao estudo da natureza do contínuo espaço-tempo e das anomalias que ali ocorrem – as singularidades.

Embora o seu pai tivesse apreciado que escolhesse Medicina, Stephen acabaria por ingressar no University College, em Oxford, para estudar Física (uma vez que o curso de Matemática, o seu eleito, não existia naquela universidade). Depois de lhe ter sido diagnosticada a ALS (Amyotrophic Lateral Sclerosis) – uma doença neuromotora que afeta progressivamente o sistema motor e vocal – Hawking viu-se forçado a realizar mentalmente cálculos matemáticos extensos.

No campo da cosmologia, dedicou-se particularmente, desde 1974, ao estudo dos buracos negros e ao comportamento da matéria nas suas vizinhanças; ao descobrir que aqueles emitiam radiações, formulou uma teoria, para explicar este facto, baseada no Princípio de Incerteza de Heisenberg, que resolve o problema relativo à termodinâmica dos buracos negros.

Partindo de alguns pressupostos básicos e da Teoria da Relatividade Geral de Einstein, Stephen Hawking previu que o nosso Universo deverá ter começado com uma dessas singularidades em que as leis da física einsteiniana perdem a validade.

Uma das características que mais se destacaram no cientista foi a facilidade de exposição destes assuntos e teorias a audiências muito latas. O seu livro A Brief History of Time: From the Big Bang to Black Holes (1988, Breve História do Tempo) revelou-se o livro de divulgação científica mais vendido de sempre.

Em julho de 2004, na Conferência Internacional sobre Relatividade Geral e Gravitação, Stephen Hawking admitiu que a sua teoria sobre o desaparecimento da matéria nos buracos negros estava errada.

Faleceu em março de 2018 aos 76 anos.

Voltar ao topo