PESQUISAR

A mística do arado

REF.:0010080001331

4 em stock
Entrega no dia útil seguinte!

12,00 IVA inc.

Quantidade

Ficha Técnica

Título: A mística do arado. Busca de um Deus possível
Autor: Adelino Ascenso
Ano de edição ou reimpressão: 2021
Editora: Paulinas
Idioma: Português
Dimensões: 140 x 230 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 160
Peso: 210g
ISBN: 9789896738013

Sinopse

A originalidade deste livro pode ser colhida nas palavras de abertura e na justificação da sua escrita: «Fazendo-me acreditar na vivência de uma teologia a partir da trivialidade da vida quotidiana, uma vez que a fé do cristão não é simples adesão a uma doutrina, mas uma forma concreta de vida e de inconformista procura, aqui se reúnem fragmentos [temporais e de lugares da vida do Autor] que, paulatinamente, se foram fusionando», levando-o à comunhão da sintética conclusão a que chegara E. Schillebeeckx: «Fora do mundo não há salvação!»

E, nada como o recurso à rudimentar e primária ferramenta do amanho dos solos – o arado – como pretexto metafórico de linguagem para o aprofundamento em terrenos de profundidade mística, ainda que surja como «desconcertante a [aparente] incapacidade do ser humano, para pensar com autenticidade, afundar-se no lodo da sua interioridade, na viscosidade das suas perdas e no escuro das suas cavernas sigilosas». Mas o leitor constatará, por si, tal como o Autor, que «há, porém, momentos e acontecimentos que estimulam de tal forma que não há fuga possível».

É um texto que exige releitura pausada.

Sobre o autor

Adelino Ascenso nasceu em 1954, em Leiria. Entre 1976-1984 viveu na Alemanha onde deu aulas de Português; trabalhou como intérprete em Português-Alemão; fez exposições de pintura. Entre 1984-1985 fez uma viagem de estudo pelo continente asiático, principalmente Índia, Nepal e Tibete. Fez estudos de Budismo Tibetano em mosteiros tibetanos no Nepal e na Índia. Entre 1986-1987 viajou pela América do Sul (alguns meses com os garimpeiros na selva brasileira).

De regresso a Portugal, trabalhou como tradutor, dedicou-se à pintura e escreveu artigos para jornais e revistas. Em1991 decidiu entrar no Seminário. Frequentou o Seminário de Valadares (Sociedade Missionária da Boa Nova) e depois de cursar teologia na Universidade Católica – Porto, foi ordenado sacerdote em 1998. Nesse mesmo ano partiu para o Japão.

Estudou a língua japonesa e trabalhou em diversas paróquias de Osaka. Entre 2004-2009 fez estudos em Roma na Pontifícia Universidade Gregoriana. em 2008 conclui um doutoramento na mesma Universidade sobre o tema de que extraiu este pequeno ensaio. em 2014 foi eleito Superior da Sociedade Missionária, regressando a Portugal. Desde 2012 é Director da Revista Igreja e Missão.

Back to Top