Pesquisar produto

A filosofia desce à vida

Ref.:0010070000027

1 em stock
Entrega no dia útil seguinte!

42,40 IVA inc.

Ficha Técnica

Título: A filosofia desce à vida
Autor: William C. Wimsatt
Ano de edição ou reimpressão: 2014
Editora: Edições Piaget
Idioma: Português
Dimensões: 160 x 235 x 25 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 456
Peso: 680g
ISBN: 9789897590276

Sinopse

Nesta obra, o autor procura ferramentas metodológicas apropriadas para seres bem adaptados mas limitados e propensos ao erro. Daí a necessidade de uma filosofia da ciência que possa ser adotada por pessoas reais em situações reais, num tempo real, com o género de ferramentas que verdadeiramente temos – agora ou num futuro realisticamente possível. Esta deve ser uma exigência central para qualquer explicação naturalista. Os filósofos analíticos pantomimaram, outrora, a física: tentaram compreender o mundo partindo-o em pedaços o mais pequenos possível. Os pensadores das ciências darwinianas colocam, agora, alternativas a esse reducionismo simplista.

Nesta viagem intelectual – ensaios que abarcam trinta anos – William Wimsatt argumenta que os cientistas procuram atomizar os fenómenos somente quando é necessário para compreender como é que entidades, acontecimentos, e processos se articulam a diferentes níveis. Enquanto forma o mundo natural, a evolução atua, não como o demónio de Laplace que tudo vê, mas como uma mecânica rústica que cria e volta a construir máquinas a partir daquilo que está à mão.

A busca perdida de W. V. O. Quine de uma «ontologia do deserto» conduz pelo contrário à viagem de Wimsatt através de uma floresta tropical. Este livro oferece uma filosofia para humanos, sujeitos a erro, que tentam compreender sistemas desordenados no mundo real. Contra o reducionismo eliminativo, Wimsatt lança novas perspetivas para abordar as emergentes complexidades naturais e sociais. Ele defende que a nossa filosofia se devia enraizar na heurística e em modelos que funcionam na prática, não só em princípio. Demonstra como fazê-lo, com uma análise das forças, dos limites e uma recalibragem das nossas metodologias reducionistas e analíticas. Os nossos objetivos mudaram e a nossa filosofia é transfigurada no processo.

Voltar ao topo