Pesquisar produto

Cânticos da assembleia cristã

Ref.:0010100000121

1 em stock
Entrega no dia útil seguinte!

20,00 IVA inc.

Ficha Técnica

Título: Cânticos da assembleia cristã
Autor: Padre Manuel Luís
Ano de edição ou reimpressão: 2006
Editora: Secretariado Nacional de Liturgia
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 222 x 20 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 576
Peso: 500g
ISBN: 9789723021295

Sinopse

Era perspectiva fundamental do Concílio em relação à liturgia que esta fosse não só para o povo de Deus, mas realizada pelo povo de Deus na medida em que isso lhe competia.

Assim, em concreto, no que diz respeito ao canto na celebração era necessário compor cânticos novos. Foi o que o Pe Manuel Luís se propôs fazer, tendo sempre em vista a participação activa dos fiéis na celebração litúrgica.

A tentativa de oferecer ao povo de Deus material para ele poder participar na liturgia pelo canto vinha já de longe. Tudo o que se costuma chamar canto popular aí está a comprová-lo, com mais ou menos felicidade conforme as épocas da história. Mas também o movimento litúrgico, antes mesmo das grandes reformas posteriores ao Concílio, procurou responder a cada um dos tempos litúrgicos com cânticos condizentes com esses tempos.

Foi nesse sentido que o Pe Manuel Luís chegou a publicar alguns cadernos de cânticos, muitos dos quais, ainda hoje válidos, integram agora esta colecção. São eles:
1. Dez cânticos sobre os salmos
2. Eucaristia (para diversos momentos da Missa)
3. Cântico de glória (Advento, Natal e Epifania)
4. Cânticos Quaresmais
5. Cânticos a Nossa Senhora
6. Missa Responsorial
7. Ladainha dos Santos

Grande parte destes cânticos, depois de actualizados, vão agora aqui incluídos nesta nova recolha, que se pretende seja o mais completa possível. Houve o cuidado de coligir tudo o que o seu autor deixou composto, por vezes até sem intenção expressa de o vir a publicar, por até nem todos terem podido ser revistos por ele, como desejava fazer.

Sobre o autor

Nasceu a 8 de Julho de 1926 em Turquel, Alcobaça.Frequentou os Seminários do Santarém, Almada e Olivais e foi ordenado presbítero em 29 de Junho de 1951. Desde novo dedicou-se ao gosto pela música, partindo para o Instituto Pontifício de Música Sacra de Roma, que frequentou durante sete anos e, pelo qual, foi diplomado em Conto Gregoriano e composição de Musica Sacra.

Regressou de Roma, regressou ao Seminário dos Olivais, onde dirigiu o coro polfónico, que tinha também à sua conta o serviço liturgia e música da Sé Patriarcal. De 1969 a 1975 foi pároco da Sé de Lisboa, que anteriormente tinha estado entregue ao seu tio, do mesmo nome, o Cónego Manuel Luís. Desde 1975 foi pároco da paróquia das Mercês na cidade de Lisboa, onde veio a falecer no dia 5 de Julho de 1981.

Também pode gostar…

Voltar ao topo