PESQUISAR

Ordinário da missa. Para uso dos fiéis

REF.:0010100000462

39 em stock
Entrega no dia útil seguinte!

1,00 IVA inc.

Quantidade

Ficha Técnica

Título: Ordinário da missa. Para uso dos fiéis
Ano de edição ou reimpressão: 2022
Editora: Secretariado Nacional de Liturgia
Idioma: Português
Dimensões: 110 x 170 x 5 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 32
Peso: 40g
ISBN: 9789899081123

Sinopse

A nova edição do Missal Romano em língua portuguesa é oferecida ao Povo de Deus num tempo de aprofundamento da reforma litúrgica que brotou do Concílio Vaticano II. Hoje é necessário continuar neste trabalho de aprofundamento, como afirmou o Papa Francisco: «particularmente redescobrindo os motivos das decisões tomadas com a reforma litúrgica, superando leituras infundadas e superficiais, receções parciais e práticas que a desfiguram. … Depois deste magistério, após este longo caminho, podemos afirmar com segurança e com autoridade magisterial que a reforma litúrgica é irreversível».

Por esse motivo, propomos o Missal como referência normativa da celebração eucarística bem celebrada, como recorda o Papa Francisco: «Não podemos esquecer que o lugar privilegiado da catequese é a própria celebração eucarística, onde os irmãos e as irmãs se reencontram juntos para descobrir cada vez mais os diferentes modos da presença de Deus na sua vida».

É necessária uma pastoral litúrgica que tenha novamente o seu ponto de partida na mistagogia, acompanhando a comunidade cristã até ao centro do mistério pascal de Cristo, para que a celebração da Eucaristia, de modo especial ao Domingo, seja nobre na sua simplicidade, séria e bela. A celebração dos mistérios é, em si mesma, iniciação aos mistérios, isto é, a Liturgia inicia ao mistério, celebrando o próprio mistério porque ao celebrá-lo, o mistério revela-se e dá-se a conhecer, como recordam os Padres da Igreja: «Este mistério faz, para ti, da terra o Céu» (São João Crisóstomo).

A oração e o compromisso quotidiano da Igreja peregrina sejam vividos à luz do encontro vital com a palavra de Deus e com a Fração do Pão na celebração eucarística.

+ José Manuel Garcia Cordeiro

Também pode gostar…

Back to Top