Pesquisar produto

Criação e Evolução

Ref.:0010060000613

1 em stock
Entrega no dia útil seguinte!

10,50 IVA inc.

Ficha Técnica

Título: Criação e Evolução. Uma Jornada com o Papa Bento XVI em Castel Gandolfo
Autor: Círculo de Discípulos de Joseph Ratzinger
Ano de edição ou reimpressão: 2007
Editora: Universidade Católica Editora
Idioma: Português
Dimensões: 140 x 210 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 192
Peso: 260g
ISBN: 9789725401811

Sinopse

No ano 2005, o Arcebispo de Viena, Cardeal Christoph Schönborn, em virtude de um comentário no New York Times, e por convite deste, estimulou um debate acerca de “Criação e Evolução”, que foi seguido atentamente em todo mundo. O Papa Bento XVI encarregou o Cardeal de aprofundar a problemática e a discussão actual entre “evolucionismo” e “criacionismo” e pediu ao seu círculo de discípulos, que se reúne todos os anos, para abordar estas questões. Este volume documenta essa jornada sensacional, que o Papa Bento XVI convocou, no ano 2006, para a residência papal de verão Castel Gandolfo, em torno do tema “Criação e Evolução”: com as conferências pronunciadas a partir das perspectivas da ciência natural, da filosofia e da teologia e também com a discussão em que o próprio Papa Bento XVI tomou parte com várias intervenções.

Este volume documenta uma jornada sensacional, que o Papa Bento XVI convocou para a residência papal de verão Castel Gandolfo, em torno do tema “Criação e Evolução”: com as conferências aí pronunciadas a partir das perspectivas da ciência natural, da filosofia e da teologia e também com a discussão em que o próprio Papa Bento XVI participou de uma forma activa.

O círculo de discípulos de Joseph Ratzinger mantém, mesmo após a sua eleição para cabeça da Igreja Católica, um estreito contacto com o seu antigo professor de teologia e reúne-se, uma vez por ano, numa jornada comum com o Papa Bento XVI. Os conferencistas da jornada sobre o tema “Criação e Evolução” foram o Prof. Peter Schuster do Instituto de Química Teórica da Universidade de Viena, o Prof. jubilado Robert Spaemann da Universidade Ludwig Maximilian de Munique, o Prof. Paul Erbrich SJ da Hochschule für Philosophie de Munique e o Arcebispo de Viena, Cardeal Christoph Schönborn.

“Em última análise, desemboca-se na alternativa: Que existe no princípio, a Razão criadora, o Espírito criador, que tudo opera e deixa desenvolver-se, ou o irracional que, sem razão, suscita de modo estranho um mundo matematicamente ordenado e também o homem, a sua razão? Mas esta seria, então, apenas um acaso da evolução e, no fim de contas, também algo de irracional. Nós, cristãos, dizemos: Creio em Deus, criador do céu e da terra – no Espírito criador. Cremos que, no início, está presente a Palavra eterna, a Razão, e não a irrazão.”

Papa Bento XVI.

Voltar ao topo