Pesquisar produto

Um futuro de fé

Ref.:0010060000476

1 em stock
Entrega no dia útil seguinte!

18,85 IVA inc.

Ficha Técnica

Título: Um futuro de fé. Uma conversa franca com o sociólogo Dominique Wolton
Autor: Papa Francisco; Dominique Wolton
Ano de edição ou reimpressão: 2019
Editora: Editorial Planeta
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 235 x 22 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 320
Peso: 452g
ISBN: 9789897771477

Sinopse

O que pensa o líder da Igreja Católica sobre família, minorias, refugiados, desigualdade social, capitalismo, fundamentalismo, reforma da Cúria e outros temas incontornáveis nos tempos que correm – e nos que aí vêm.

Este primeiro livro do papa Francisco sobre a sua visão da sociedade e da política resulta de 12 longas e profundas conversas tidas durante um ano com o sociólogo francês Dominique Wolton.
Controverso e corajoso, Um Futuro de Fé é uma leitura essencial não apenas para católicos, mas para todos os que queiram saber como o «papa do povo» enfrenta as injustiças sociais do mundo com uma forte determinação para derrubar muros, construir pontes e criar mudanças positivas.
Intemporais e inspiradores, estes diálogos sem precedentes surpreenderão quase todos os leitores.

«Os pregadores correm um grande risco, que é o de caírem na mediocridade. De apenas condenarem a moral – desculpe a expressão – “da cintura para baixo”. No entanto, os outros pecados, que são os mais graves – o ódio, a inveja, o orgulho, a vaidade, matar o outro, tirar a vida -, desses já não se fala tanto […] “És um bom católico? Então passa-me um cheque.”»

«Há uma frase que as crianças migrantes traziam nas suas T-shirts: “Não sou um perigo, estou em perigo.” A nossa teologia é uma teologia de migrantes. É o que somos todos desde o chamamento de Abraão, com todas as migrações do povo de Israel. O próprio Jesus foi um refugiado, um imigrante.»

Sobre o autor

Francisco (em latim: Franciscus), nascido Jorge Mario Bergoglio SJ (Buenos Aires, 17 de Dezembro de 1936) é o 266.º Papa da Igreja Católica e actual chefe de estado do Vaticano, sucedendo o Papa Bento XVI, que abdicou ao papado em 28 de fevereiro de 2013.

É o primeiro Papa nascido no continente americano, o primeiro pontífice não europeu em mais de 1200 anos e também o primeiro Papa jesuíta da história. Tornou-se Arcebispo de Buenos Aires em 28 de Fevereiro de 1998 e cardeal-presbítero em 21 de Fevereiro de 2001.

Foi eleito Papa em 13 de Março de 2013.

Voltar ao topo